Núcleo Pedro Costa

[Após 32 anos dedicados à dança, o bailarino, coreógrafo e pesquisador Pedro Costa, cria seu espaço: um laboratório de pesquisa para criação, difusão e fomento da dança.

Esse espaço surge como uma forma de divulgar e ampliar o trabalho de pesquisa de estudantes, bailarinos, coreógrafos e profissionais provenientes de outras áreas artísticas, buscando desenvolver uma linguagem em dança contemporânea.

O Núcleo também dispõe de espaço que pode ser locado para diferentes atividades artísticas.


Histórico do Núcleo Artístico Pedro Costa

Inspirado na literatura de cordel, em 2003, deu início ao “Núcleo Artístico Pedro Costa” com o espetáculo solo “De Repente…” que estreou no 3º Festival de Dança Contemporânea de Recife — PE e, em 2004, na Bienal de Santos — SP. O trabalho recebeu bons comentários da crítica. Ainda em 2004 foi contemplado com o prêmio “Estímulo à Dança Contemporânea” da Secretária de Cultura de São Paulo com apresentações na Galeria Olido e CEUs da cidade de São Paulo.

Em 2005, o bailarino e coreógrafo Sérgio Luiz, o músico Andrei Ivanovic e o artista plástico João Batista participam da criação do espetáculo Urbanoídes que estreou no

SESC Santo Andre e teve apresentações no Grande ABC, SESC Pompéia, CEUs e Galeria Olido.

Em 2007, junto com três bailarinos e um ator, desenvolveu o espetáculo Khronos que estreou na Mostra Internacional de Artes do SESC Ipiranga e cuja temática baseava-se

em poemas de Bertold Brecht, Santo Agostinho e Vinicius de Moraes. Em 2007 foi contemplado com o prêmio “Fomento à Dança” (Circulação) da Secretaria de Cultura de São Paulo para o espetáculo Khronos, realizando, até outubro/2008, um total de 34 apresentações na Galeria Olido, CEUs, USP, UNIBAN e equipamentos públicos da prefeitura de São Paulo.


Prosseguindo com sua pesquisa, em 2009, com base na leitura do livro Pedagogia do Oprimido de Paulo Freire, começa a investigar os elementos para a criação do novo trabalho “Pipando… onde dormem os pássaros”, projeto contemplado em 2010 com o Premio VIII Fomento a Dança da Secretaria  Municipal de Cultura de São Paulo.

Além dos espetáculos, o diretor artístico desenvolve um trabalho de arte educador através de oficinas em todos os lugares onde o Núcleo se apresenta. Esses workshops são direcionados para estudantes de dança e também para o público em geral e utilizam o “fazer artístico” para a formação de uma sociedade mais humana.

PIPANDO_2018-BLOG

 

Anúncios